sábado, 26 de março de 2011

DIA DO INDIO:HISTORIAS, LENDAS CONTOS E ATIVIDADES

A LENDA DA MANDIOCA



 HÁ MUITO TEMPO ATRÁS NUMA DISTANTE TRIBO INDÍGENA, NASCIA UMA LINDA MENINA BEM BRANQUINHA, BEM DIFERENTE DAS OUTRAS INDIAZINHAS QUE MORAVAM LÁ. ELA ERA MUITO QUERIDA, PORÉM, COMO ERA MUITO FRÁGIL, NUNCA BRINCAVA. ATÉ QUE UM DIA FICOU MUITO DOENTE E NÃO SAIA DE SUA OCA. O PAJÉ, CONHECEDOR DOS REMÉDIOS DA NATUREZA, LEVOU UMAS ERVAS PODEROSA, MAS ELA NÃO MELHORAVA. NOVAMENTE O PAJÉ TENTOU OUTRO MEDICAMENTO. EM VÃO. UM DIA, PARA ALEGRIA DE TODOS, MANI SAI DE SUA OCA. PARECE QUE PROCURA UM LUGAR ESPECIAL E, DE REPENTE, CAI. MANI MORREU. TODA A TRIBO CHORA À MORTE DELA ENTERRANDO-A SOB FLORES. A VIDA NA TRIBO PRECISAVA CONTINUAR. PASSADO ALGUM TEMPO, OS ÍNDIOS OBSERVARAM UMA ESTRANHA PLANTA QUE NASCERA JUSTAMENTE ONDE MANI TINHA SIDO ENTERRADA. ELES FORAM ATÉ A PLANTA E A DESENTERRARAM. FICARAM SURPRESOS COM O MISTERIOSO ALIMENTO. DESCOBRIRAM INÚMEROS MODOS DE APROVEITÁ-LO E, EM HOMENAGEM À MANI, DERAM-LHE O NOME DE MANDIOCA.


MENINO POTI

(Autora: Ana Maria Machado e Claudius)

Lá na mata, vive o menino Poti.
Ele vive numa oca, lá na taba.
Poti é bonito, com pena de tucano no peito.
O menino Poti vai de canoa pela mata. A canoa leva o pote. O pote leva banana.
Poti vê o tatu e a cutia, vê o tucano e o tico-tico.
E o bebê macaco vê Poti.
Aí ele pula, cai lá da moita e bate o pé no toco.
Ai, ai, ai! Coitado do macaco!
Poti vê o macaco caído e cuida dele.
O menino bota o macaco na canoa e o danado come toda a banana do pote.
A canoa leva Poti até a taba.E ele leva o macaco no colo.
Aí o pai de Poti leva muita banana até a taba. E o bebê-macaco come muito.
De noite, a lua alumia a taba toda. Tudo iluminado! Alumia até Poti no colo do pai.
E alumia o macaco de banana na boca.


 
ATIVIDADES











Um comentário:

  1. adorei a historia da mandioca. vou contar para as crianças hoje.

    ResponderExcluir